segunda-feira, 30 de novembro de 2009

LET THERE BE ROCK

Esta semana foi lançado o livro "A História do AC/DC - Let There Be Rock", escrito pela jornalista Susan Masino, que traça a história da banda AC/DC, desde seus primórdios, em Sydney, Austrália, no início dos anos 1970, a morte do vocalista Bom Scott, em 1980.

A autora também conta como foi a escolha do novo front man, Brian Johnson, e os bastidores do álbum Black in Black.

Eu não pude me aguentar e comecei a ler o livro hoje mesmo. =:)

domingo, 29 de novembro de 2009

GOOGLE WAVE

O Google Wave é uma nova forma de comunicação que serve para as pessoas trabalharem com mais produtividade online.

Ele é parte conversação e documento onde as pessoas podem se comunicar e trabalhar juntos com texto, foto, vídeo, mapa e muito mais.
Como funciona: você cria um Wave, adiciona pessoas e todos poderão interagir. Você vê o que todos estão fazendo na hora! Também será possível “rebobinar” pra ver o que foi feito.

Só lembrando que para participar do Google Wave você precisa de um convite. Então corra atrás do seu, porque eu já tenho o meu. =:)

Saiba mais sobre o Google Wave.

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

IPOD DA SEMANA


- AC/DC
- The Beatles
- The Bicycle Thief
- Blur
- The Dead Weather
- Iggy Pop
- Jamiroquai
- Jimi Hendrix
- John Frusciante
- Led Zeppelin
- Pearl Jam
- The Raconteurs
- Soulive
- Tenacious D
- Velvet Underground
- Undisputed Truth

YELLOW SUBMARINE

Final de semana eu e a Aline assistimos pela primeira vez, o filme Yellow Submarine, animação feita em cima do quarteto Beatles. O filme é uma doidera total. Tem momentos que eu não entendia nada, mas conforme foi andando eu ia compreendendo. Para quem gosta de cores e formas vai adorar. Vale a pena assisir!
A história do filme se passa na cidade de Pepperland, quando derrepente os “Maldosos Azuis” atacam a cidade para acabar com todo o amor, a música e as cores. É quando os Beatles entram em ação a bordo do submarino amarelo para acabar com os famosinhos Azuis. O filme é recheado de músicas e cores psicodélicas.

OPINO


OPino é um blog voltado para o design e todas as suas manifestações. Feito para pessoas que gostam de viver a vida repleta de arte, cultura, paixão, equilíbrio, novidades e verdade.

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

9 A SALVAÇÃO



Um dos melhores filmes de animação que já vi este ano. Que roteiro, que direção, que tudo!!! Se sair no cinema corram e assistam, agora se não sair, faça um download porque vale a pena. Ahhh!!! e vale lembrar que tem uma ajudinha do Tim Burton.

9 A Salvação

Tudo começa quando os seres humanos são exterminados. E é neste contexto que o boneco 9 (Elijah Wood) ganha vida, passando a buscar outros seres iguais a ele. 9 os encontra em uma pequena comunidade, que vive escondida com medo das máquinas que controlam o planeta. Apesar de ser novo no grupo, 9 tenta incentivá-los a sair do esconderijo e enfrentar os perigos, para que possam sobreviver. Só que antes ele precisa descobrir qual é o motivo das máquinas buscarem seu extermínio.

Os seres humanos foram exterminados. É neste contexto que o boneco 9 (Elijah Wood) ganha vida, passando a buscar outros seres iguais a ele. 9 os encontra em uma pequena comunidade, que vive escondida com medo das máquinas que controlam o planeta. Apesar de ser novo no grupo, 9 tenta incentivá-los a sair do esconderijo e enfrentar os perigos, para que possam sobreviver. Só que antes ele precisa descobrir qual é o motivo das máquinas buscarem seu extermínio.


segunda-feira, 5 de outubro de 2009

ME+ADICIONA


Resolvi publicar a coisa mais nerddddd, o meu me + adiciona.

UNDERCOVER...

Descobri esta semana o clip do filme Undercover Brother, que conta com a participação de Snoop Dogg & Bootsy Collins. Veja o clip abaixo:



Se gostaram do clip, então aproveite e entre no ritmo alucinado deste implacável agente secreto. Aton Jackson parece com milhares de outros homens. Mas, na verdade, ele é o impagável Undercover Brother, agente secreto de uma organização mais secreta ainda - A Brotherhood - que defende os direitos dos negros no Mundo. Porém, este agente tão especial parece ter saído diretamente de um velho seriado de TV dos anos 70. Suas roupas, atitudes e - principalmente - seu exagerado penteado afro são uma divertida mistura de Med Squad, as Panteras, com pitadas de Starsky e Hutch. Ao lado da sensual Sistah Girl, Undercover terá de combater a terrível White She Devil, sua mais poderosa inimiga na luta contra o domínio da raça branca do planeta. Porém, o inesperado acontece: Undercover e a loiríssima White She Devil se apaixonam, para o desespero da Brotherhood.

terça-feira, 15 de setembro de 2009

PORNO, IRVINE WELSH

Ultimamente ando em uma fase meio Irvine Welsh, escritor escocês.
Mas o livro que estou lendo é o Pornô, livro que retoma os personagens de Trainspotting, romance que lhe rendeu o status de grande nome da literatura britânica moderna e virou filme de sucesso internacional. A nova trama se passa dez anos após a história original, com sua célebre galeria de desajustados vivendo os suspiros finais da juventude. Drogas, paranóia, violência e traição continuam figurando entre os ingredientes principais, mas a eles somam-se agora doses cavalares de sexo e vingança, sempre com o humor ácido e surpreendente de Welsh. Como Pornô pode ser perfeitamente apreciado sem a leitura prévia de Trainspotting, não cabe aqui relembrar o final do primeiro livro, pois isso poderia frustrar aqueles que porventura ainda não tenham lido aquele que é um dos romances fundamentais dos anos 90.

BIG SUR, KEROUAC

"O The New York Times intitula
como o livro mais ousado de Kerouac."

Lançado em 1962, Big Sur é o livro mais honesto e pessoal de Jack Kerouac. Após a roda-viva que sucedeu ao lançamento de On the Road, em 1957, o escritor passou um período retirado em uma cabana do amigo e poeta beat Lawrence Ferlinghetti, na região de Big Sur, na costa da Califórnia, onde se dedicou à escrita. O romance mostra a deterioração física, mental e de ideais vivida por Jack Duluoz (alter ego de Kerouac). Outros nomes-chave da geração beat são retratados nesta obra autobiográfica: Neal Cassady (como Cody Pomeray), Carolyn Cassady (Evelyn), Gary Snyder (Jarry Wagner), Philip Whalen (Ben Fagan), Michael McClure (Pat McLear), Lenore Kandel (Romana Swartz), Lawrence Ferlinghetti (Lorenzo Monsanto) e Robert La Vigne (Robert Browning).

Diferentemente do frenesi e do idealismo de On the Road, em Big Sur o que se vê são os efeitos do alcoolismo e da decadência de um mito. Uma visão tão instigante de ler quanto aterrorizante.

Fonte: L&PM

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

UNDERSTAND...

Esta música diz muita coisa.
[...]

The Raconteurs - You Don't Understand Me:

You don't understand me
But if the feeling was right
You might comprehend me
And why do you feel the need to tease me
Why don't you turn it around
It might be easier to please me

And there's always another point of view
A better way to do the things we do
And how can you know me
And I know you.
If nothing is true

Why do you think that you are doing
But who is the fool, the fool or the fool
that you are fooling.
And maybe I just don't see the reason
But in the corner of my heart your ignorance is treason.

And there's always another point of view
A better way to do the things we do
And how can you know me
And I know you.
If nothing is true

You think you know how I feel
Its not that big of a deal
There's no such thing its not real
Oh-Oh

You don't understand me
But if the feeling was right
You might comprehend me
And I don't claim to understand you
But I've been looking around
And I haven't found, anybody like you

And there's always another point of view
A better way to do the things we do
And how can you know me
And I know you
If nothing is true

domingo, 30 de agosto de 2009

ME MUDEI...

Recentemente acabei de sair de casa. Não sei se foi uma das melhores coisas ou uma das maiores loucuras da minha vida. Mas só sei que está sendo muito divertido.

Mas as coisas não parecem que andam muito bem, apesar de estarem acontecendo coisas muitos boas, existem outras que andam me fazendo mal. Mas o momento não é próprio para isso. O momento é que: EU SAÍ DE CASA.

Seguem algumas fotinhos que tirei do meu quarto, logo quando cheguei.

 
 

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

terça-feira, 21 de julho de 2009

A MORTE...

A MORTE DO GOURMET
Muriel Barbery 

Atualmente com a minha nova profissão de livreiro, ando descobrindo novas literaturas para se degustar. E organizando a mesa de lançamentos, descobri um romance de uma menina americana chamada Muriel Barbery, nascida em Marrocos em 1969. Formada pela École Normale Supérieur, em Paris e educadora de filosofia em Saint-Lô, na Normandia.
A Morte do Gourmet, seu romance de estreia (2000), ganhou o prêmio de Melhor Livro de Literatura Gourmande. Seu segundo livro, A elegância do ouriço, também publicado no Brasil pela Companhia das Letras (2008), já vendeu mais de um milhão de exemplares. Desde 2008 a autora vive de Kyoto, no Japão.
Mas quando peguei os dois livros para colocar na mesa de lançamentos, logo de cara já adorei o nome e a sinopse de seu primeiro livro, A Morte do Gourmet. Logo pensei que o livro se tratava de algo do tipo, policial, investigação e morte. Mas no fim, o livro nada mais é que um gastronômico em busca da sua obsessão, em busca pelo seu sabor ideal.
  
O livro conta a história de um grande gastrônomo, Pierre Arthens, que está em seu leito de morte, em busca da sua última obsessão. Arthens lembra seu sabor que o mais enfeitiçara. Tudo começa pela sua infância, quando as artes culinárias da avó, despertam seu talento, e consequentemente termina em sua deliciada e simples sardinha frita e um inesquecível sorbet de laranja.
No trajeto da história, ele narra sua descoberta dos sashinis; os deliciosos tomates colhidos na horta da casa de sua tia; os seus primeiros goles de uísque e as aveludadas e eróticas ostras.
Os sabores e odores misturam-se na memória do agonizante. Em contraponto às suas recordações surgem as vozes das vítimas de seu cinismo e egoísmo: a mulher e os filhos, a amante, o aluno e o seu gato de estimação.

Para idealizar certos cardápios e receitas, a autora de A morte do gourmet, contou com a colaboração de Pierre Gagnaire, um dos mais conceituados chefs da França, agraciado com três estrelas no Guia Michelin.
Diquinha para se ler nas férias:
TÍTULO: A MORTE DO GOURMET
TÍTULO ORIGINAL: UNE GOURMANDISE
NÚMERO DE PÁGINAS: 125 págs.
ANO EDIÇÃO: 2009
AUTOR: Muriel Barbery
TRADUTOR: Rosa Freire D'Aguiar

quarta-feira, 24 de junho de 2009

UFRGS 2010

Foi divulgada a lista das leituras obrigatórias para o Vestibular 2010 da UFRGS. Ao contrário do que se dizia, a lista manteve a mesma metodologia de sempre, saindo 4 leituras e entrando outras 4.

Saíram da lista: “Os Lusíadas”, “Espumas Flutuantes”, “Iracema” e “Quincas Borba”.

Segue abaixo a lista completa e atualizada:

01 - O Uraguai – Basílio da Gama
02 - Lucíola – José de Alencar
03 - Memórias Póstumas de Brás Cubas – Machado de Assis
04 - Contos de Machado de Assis (1 - O caso da Vara, 2 - Pai Contra Mãe, 3 - Capítulo dos Chapéus)
05 - O Primo Basílio – Eça de Queirós
06 - Estrela da Vida Inteira – Manuel Bandeira
07 - Poemas de Álvaro de Campos, de Fernando Pessoa (1 - Mestre, meu mestre querido!, 2 - Ao volante do Chevrolet pela estrada de Sintra , 3 - Grandes são os desertos, e tudo é deserto, 4 - Lisboa com suas casas, 5 - Todas as cartas de amor são, 6 - Ode triunfal, 7 - Lisbon Revisited (1923), 8 - Tabacaria, 9 - Aniversário, 10 - Poema em linha reta)
08 - Porteira Fechada – Cyro Martins
09 - Fogo Morto – José Lins do Rego
10 - Antes do Baile Verde – Lygia Fagundes Telles
11 - Dois Irmãos – Milton Hatoun
12 - Concerto Campestre – Luiz Antônio de Assis Brasil

Essas são as leituras para este ano, muito melhores que no ano passado, eu diria.
Agora para quem não está afim de ler todas as obras, mas quer ficar por dentro legal das leituras, pode ler "Leituras Obrigatórias 2010 - UFRGS", que será lançado agora no mês de agosto. Fica aí uma dica para a galera que vai tentar a UFRGS.

Abraços a todos e boa sorte nos estudos!

quarta-feira, 17 de junho de 2009

SIM, SENHOR

Final da semana passado, eu e a Aline, assistimos Sim, Senhor, novo filme de Jim Carrey. Pra quem gosta de Carrey vale a pena assistir. Sério! Carrey é muito, mas muito engraçado do começo ao fim do filme.

O Filme começa com Carl Allen (Jim Carrey) aceitando o convite de um amigo para ir em um culto de auto-ajuda, que tem por base dizer sim a qualquer coisa que lhe aconteça ou ofereçam. Ao seguir este preceito a vida de Carl começa a mudar, fazendo com que seja promovido e conheça Allison (Zooey Deschanel), por quem se apaixona. Porém ao tentar aproveitar todas as oportunidades que lhe surgem Carl começa a notar que tudo que é em excesso pode também cansar.

Ouvi até dizer que o ator Jack Black, "da qual sou muito fã", esteve cotado para ser o protagonista. Uma pena não ter sido o Jack Black, mas que Jim Carrey toma conta do papel, isso ninguém pode negar.

Então não deixe de assistir esta nova comédia romântica de Jim Carrey e Zooey Deschanel, alias, notem também a atuação da Zooey no filme, ela manda ver como atriz. Agora corra e faça seu download ou se preste em ir até uma locadora. huahuahau : )



domingo, 14 de junho de 2009

FRINGE - J.J. ABRAMS

Semana passada consegui terminar de ver o seriado Fringe. Pra quem não sabe, Fringe é um drama que explora entre a ficção científica e a realidade, criada por J.J. Abrams (criador da série Lost e Alias). Eu achei a série uma mistura de Arquivo X e Lost.

A série Fringe começa com um acidente aéreo ocorrido em Boston, matando todos os passageiros e a tripulação de forma chocante e impactante, a agente especial do FBI Olivia Dunham (Anna Torv) é chamada para investigar. Depois que seu parceiro, o agente especial John Scott (Mark Valley), quase morre durante a investigação, Olivia procura desesperadamente por ajuda e acaba conhecendo o Dr. Walter Bishop (John Noble), considerado o Einstein da nossa geração. (meu personagem preferido) Só há um problema: Walter esteve internado em uma clínica psiquiátrica pelos últimos 17 anos e a única forma de questioná-lo é pedindo ajuda a Peter Bishop (Joshua Jackson), o estranho filho de Walter que possui um QI de 190.

Quando a investigação de Olivia a leva à manipuladora executiva de uma mega-corporação chamada Massive Dynamic, Nina Sharp, esse trio improvável, ao lado dos agentes do FBI, Philip Broyles, Astrid Farnsworth e Charles Francis, vai descobrir que o que aconteceu com o vôo 627 é apenas um pedaço de uma verdade maior e mais chocante.

A série Fringe, por enquanto só tem uma temporada de 20 episódios e tem aproximadamente 40 minutos de duração. Bom, para quem acompanha Lost vai gostar muito de ver as novas loucuras que J. J. Abrams anda aprontando nesta incrível série.

Peguei as características dos personagens, para se ter uma ideia (é assim que se escreve pela nova ortografia, né! huahauha) melhor da série Fringe.

"Personagens do Fringe"


Peter Bishop, Olivia Dunham e Dr. Walter Bishop

* Olivia Dunham (Anna Torv) - Uma jovem e forte agente do FBI que é forçada a trabalhar na descoberta das causas de um inexplicável fenômeno conhecido como O Padrão. A partir de então começa a receber a ajuda do Dr. Walter Bishop. Mantinha um relacionamento amoroso com seu colega do FBI, John Scott, e por isso procurou com tanta constância a solução para o estado de seu parceiro.

* Peter Bishop (Joshua Jackson) - Um rapaz com um QI de 190, 50 pontos acima de "Gênio". É filho do Dr. Walter Bishop, com quem tem sérios problemas de relacionamento devido a uma infância conturbada por culpa do pai. Cético, e de vez em quando cínico é indispensável para a equipe por ser um "tradutor" das teorias de Walter. Nunca manteve um emprego fixo, já tendo sido bombeiro, professor do MIT, engenheiro, sendo que quando encontrado por Olívia estava em Bagdá atuando como Engenheiro.

* Dr. Walter Bishop (John Noble) - Um renomado cientista (com um QI de 196) que trabalhou para o governo americano nos anos 70, sendo responsável por experiências com a Ciência de Borda (Fringe Science) que eram compostas de estudos como: pregonição, teleportação, reanimação, aumento de estímulo elétrico humano e também envolvimento com o projeto T.H.O.R. Foi internado no hospital psiquiátrico Saint-Claire por 17 anos depois de um incidente ainda não revelado em seu laboratório em Harvard. Após 17 anos internado, Walter perdeu muito de sua memória e alguns momentos, até demonstra uma perda de lucidez, mas quando motivado demonstra um conhecimento científico e uma inteligência incríveis sendo que o único que traduz suas especulações cientificas para o resto da equipe é seu filho, Peter.

* Phillip Broyles (Lance Reddick) - Um agente especial do Departamento de Segurança Nacional que lidera as investigações da divisão Fringe, que trabalha em estabelecer padrões em casos de terrorismo e eventos paranormais. É reservado e parece sempre estar escondendo algo. Mantém um compartilhamento de informações com Nina Sharp muito suspeito. Tem certa animosidade quanto a Olívia Dunham por a mesma ter conduzido uma investigação que levou a prisão de um grande amigo de Broyles quando ambos ainda trabalhavam na marinha americana.
* Charlie Francis (Kirk Acevedo) - Um agente do FBI que está ajudando Olívia nos seus casos. É como um irmão para Olívia e aparentemente o único que sabia do caso dela com o agente John Scott.

* Nina Sharp (Blair Brown) - Trabalha há 16 anos na Massive Dynamic como vice-presidente e é uma mulher manipuladora, sinistra e misteriosa que ao que tudo indica pode ter conexões perigosas com pessoas bem poderosas em várias esferas do poder. Tem um grande respeito e admiração pelo presidente da Massive Dynamic (que foi colega de Walter nos anos 70) pelo mesmo salva-lá após um acidente e ter criado um braço robótico para ela.

* John Scott (Mark Valley) - Um agente federal que tem um romance escondido com Olívia Dunham, mas que na realidade descobre-se que ele trabalhava como agente duplo. Após ser atingido por uma combinação desconhecida de produtos químicos em uma explosão fica em estado grave no hospital sendo salvo pelo Dr. Walter Bishop, durante o seu estado de coma no hospital entrou em contato com Olívia através de uma experiência psico-somática do Dr. Bishop. Aparentemente conduzia investigações próprias sobre O Padrão, estando à frente do FBI em alguns casos.

* Astrid Fansworth (Jasika Nicole) - Uma jovem do FBI que auxilia o Dr. Bishop em seulaboratório e age como sua "tutora" nos momentos de ausência de Peter Bishop. É inteligente, determinada e carismática.

* O Observador - Uma figura misteriosa, sempre de terno e chapéu. Totalmente desprovido de cabelos e sobrancelhas parece sempre estar nos locais relacionados ao Padrão. Gosta de carne crua e parece não ter um paladar muito desenvolvido. Conhece o Dr. Bishop de longa data não se sabe de onde.

Fonte de pesquisa: Wikipedia

sábado, 6 de junho de 2009

HIPOPÓTAMOS COZIDOS

E OS HIPOPÓTAMOS FORAM COZIDOS EM SEUS TANQUES
Romance
William S. Burroughs e Jack Kerouac

O texto baseia-se em fatos reais ocorrido entre 1944 e escrito pelos pais da geração beat, o romance gira em torno de amizade, poesia, sexo e drogas e muito papo cabeça, e terminando em tragédia passional.

Para quem é fã da Geração Beat como eu, finalmente foi lançado no Brasil, pela editora Companhia das Letras, E os hipopótamos foram cozidos em seus tanques, de William Burroughs e Jack Kerouac, traduzido por Alexandre Barbosa de Souza. O livro, baseado em fatos reais, fala sobre um crime verídico ocorrido em Nova York em 1944, às margens do rio Hudson: o assassinato de David Kammerer pelo adolescente Lucien Carr, ambos amigos de Burroughs¹ e Kerouac². A novela foi escrita em dupla, e é a primeira obra acabada para Kerouac, com 23 anos, quanto para o trintão de Burroughs. Nenhum dos dois pais da prosa beat norte-americana tinha ainda sido publicado. A obra alterna-se em capítulos, sendo que cada escritor conduz um dos dois personagens narradores: o barman junky Will Dennison, nas mãos de “William Lee” (Burroughs), e o marinheiro muito doidão Mike Ryko, animado literalmente pelo pai da geração beat, Kerouac. O estranho título escolhido para o livro faz referência a um incêndio ocorrido no zoologico de Nova York, onde o tanque dos hipopótamos foi atingido e eles literalmente morreram cozidos.

A trama gira em torno de jovens e curiosos, personagens típicos da beat generation, desgarrados, sem dinheiro, e em busca de novas experiências. Vagando de bar em bar, de casa em casa, e fazendo as melhores festinhas em pequenos apartamentos, regadas a álcool, sexo, drogas, papo e muita poesia.

O termo Geração Beat é usado para designar um grupo de escritores norte-americanos que se tornaram conhecidos no final dos anos 50, começo dos anos 60. Esses escritores pregavam uma espécie de "boemia hedonista", tudo bem se você se drogar, beber, fumar e não fazer nada, desde que crie alguma coisa. Os hippies e punks foram influenciados pelos beatniks.

Fica aí uma sugestão de leitura inédita no Brasil da geração beat, E os hipopótamos foram cozidos em seus tanques. Corra e compre o seu, pois eu já peguei o meu! huahaua : )

[...]

¹ William Seward Buroughs, nasceu em 1914, em Saint Louis. Um dos pais da geração beat, junto com Kerouac e o poeta Allen Ginsberg, foi dependente de heroína por muitos anos. Estreou com Junky, mas a sua obra mais importante é Almoço Nú (Naked Lunch), de 1959, que mostra seus delírios sádicos, homossexuais e induzido literalmente pela heroína. Morreu em 1997.

² Jack Kerouac, nasce em 1922 em Lowell, Massachutts. Um dos fundadores da beat generation nos Estados Unidos, é autor do melhor relato sobre estilo de vida: o romance On the Road, de 1957 vivenciado pelo personagem Dean Moriarty, que nada mais é que uma biografia de um dos melhores amigos de Kerouac, Neal Cassady. Outros títulos publicados são: Os Subterraneos, Vagabundos Iluminados, Geração Beat, Tristessa e Livro dos Sonhos. Morreu na Flórida em 1969, de hemorragia provocada pelo alcoolismo.

quarta-feira, 6 de maio de 2009

TOP 10

List dos últimos 10 filmes que assisti.

- Wolverine *
- School of Rock *****
- Full Metal Jacket ***
- Harold & Kumar Go To White Castle **
- As Crônicas de Nárnia ***
- Australia *****
- Em Nome da Honra ***
- Tenacious D *****
- Nacho Libre **
- Analyze This ***

Classificação estrelar:

* péssimo, é como ler paulo coelho
** dar umas risadas
*** : |
**** : )
***** muito bom, praticamente um best-seller - huahaua

domingo, 26 de abril de 2009

BARBIES, BAMBOLÊS E...

Fui em uma palestra esta semana da Editora "Jorge Zahar", para ver os últimos lançamentos dos livros.

Nesta ida a editora, acabei ganhando um livro, "BARBIES, BAMBOLÊS E BOLAS DE BILHAR - 67 deliciosos comentários sobre a fascinante química do dia-a-dia".

Na verdade, o livro explica a ciência e os fenômenos científicos de modo correto e lúdico. Tudo isso com muito divertimento e prendendo muita a atenção do leitor.

Bom, eu comecei a ler o livro como se fosse ler "Mate-me For Favor! Sério!!! Dá pra abrir o livro de qualquer ponto de partida. Por exemplo: eu peguei uma parte do livro que tem como sub-título, Alice nos pais do cogumelos. Esta parte relata perfeitamente como o conto Alice no Pais das Maravilhas e Alice através do espelho, de Charles Dogson (Lewis Carroll), foi desenvolvido no mundo da Ciência.




terça-feira, 21 de abril de 2009

FOTOS MANARA

Apesar do show não ter sido muito bom, a Aline conseguiu pegar uma fotos bem legais.

terça-feira, 3 de março de 2009

ALL ROCK POINT



Dois projetos voltado ao rock de Porto Alegre (fábrica)
com um dos maiores festivais de rock do rio de janeiro (all rock)

Em sua primeira edição !!!

Domingo 22 de março à partir das 14:00hs
3 palcos + 15 bandas + 2 ambientes com dj's


Bandas Covers confirmadas:

- nirvana (bleach)
- red hot chilli pepers (cover)
- ramones (chapo punks)
- slipknot (6sicks6)
- system of a down (systema fodao)
- iron maiden (extreme void)
- evanescence e lacuna coil (ficta)
- paramore (dklc)
- blessthefall (fake true)
- blink 182 (c.o.r.p.s)

Autoral:

- morgan le femme
- o carabala
- alcaphones
- clan macloud
- tiffa

2 ambientes com djs rolando todas as tendencias rock !!!

Antecipados (limitados) R$ 6,00
Hora: R$ 12,00

Postos de venda:
sirius (república, 304, cidade baixa - 3225-1694)
short fuse (shopping total e galeria malcom - 3018-7251)
lancheria do parque (3311-8321)
bamboletras (shopping nova olaria - 3227-9930)
bambus (independência - 3225-3590)

Local: voluntarios da patria 3705 - centro


Fonte: http://www.orkut.com.br/main#community.aspx?cmm=14371429

PS: Estarei tocando na Red Hot Chili Peppers Cover

THE EMPYREAN

 
Escutei "The Empyrean", recente álbum solo de John Frusciante - (Red Hot Chili Peppers).  Confesso que não achei tudo isso, esperava mais do trabalho solo do John. Podemos dizer que Frusciante fez algo um pouco menos convencional, honesto, mais pessoal vamos dizer assim.

Eu lembro de algumas entrevistas na internet sobre o álbum, que o mesmo seria bem psicodélico. Só não achei que seria tão doido assim.

Eu já havia comentado a um tempo que o Frusciante estava fazendo coisas bem parecidas ultimamente. É só pegar os últimos 6 álbuns que ele lançou em 6 meses. Sim o cara lançou um álbum por mês. Tá certo que tem músicas excelentes, mas se for reparar a maioria tem o mesmo andamento, ideia, ritmo e por aí vai. Claro que no "The Empyrean" tem músicas que te fazem pirar ou melhor dizer, viajar sem sair do lugar.

E por falar em pirar, vale lembrar que o álbum conta mais uma vez com o Flea, integrante do Red Hot Chili Peppers, Josh Koglifiesher e Johnny Marr.

Então pra que fique registrado, eu gostei de umas 2 ou 3 músicas no máximo, e olha que quem me conhece, sabe que sou fã de Frusciante.

Pra quem tiver afim de dar um preview, segue o link do myspace do John.
http://www.myspace.com/johnfrusciantemusic

TOILET PAPPER

Estes dias comprei um papel higiênico em um local 24hs. Daí quando fui usá-lo, me deparei com alguns erros de fabricação. huahuahua

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

PALAVRAS-CHAVE

Estas são as 10 palavras-chave mais buscadas, e que acabam caindo para o meu blog. E de acordo com minhas pesquisas do meu Google Analytics, a maioria vem do Google Search, Facebook, Youtube e até do buscador Terra. Pode alguém se prestar em usar o search do Terra?!?!?!

Palavrinhas-chave

1 - autorização forma de conhecimento
2 - baixar filme agonia do planeta site mininova
3 - blog biel-df
4 - caso de furto gratuidade na retirada de documento
5 - coloquialmente nome de now yourk
6 - doenças cabulosas
7 - gratuidade 2 via rio grande do sul
8 - letra de musica a caixa de lápis de cor ziraldo
9 - pensamentos bukowski
10 - pensamentos de vale tudo!

Percebi que só foi palavras bizarras.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

A ENTREVISTA

Hoje pela parte da manhã fui em uma entrevista para emprego. Fiquei tão indignado, com as perguntas. Saca só!

- Você é casado?
- Não, mas tenho uma companheira.
- Namorada?
- Sim.
- Você tem filhos?
- Não.
- Você possui casa própria?
- Não.
- Você mora com quem?
- Atualmente moro com meu pai.
- Percebi que você é da área de design, pois meche com bastante ferramentas de edições de imagens e web.
- Sim, até a última empresa que trabalhei eu desenvolvia hot sites, e-mails marketings e a manutenção do próprio website.
- Porque você saiu da última empresa?
- Término de contrato.
- E porque você saiu da penúltima empresa?
- Troca de diretoria.
- E você sabe mexer bem com Photoshop?
- Sim, na última empresa onde eu estava trabalhando eu usava bastante para editar fotos de produtos.
- Legal. É que esta empresa gostaria de uma pessoa bem experiente em Photoshop.
- Ok, mas eu poderia saber que ramo é a empresa ou que tipo de trabalho eu vou desenvolver com o Photoshop.
- Ah! sim. Desculpa eu não te falei que ramo era a empresa. Me desculpe!.
- Imagina.
- A empresa é um laboratório de fotografia. Ou seja, você vai ficar reparando as fotos de clientes com o Photoshop.
- Ótimo.
- Você se interessa pela vaga.
- Claro.
- Ok. Então vou entrar em contato com a empresa e fazer vocês se contatarem. Mas provavelmente eles vão te ligar.
- Ok. É só isso ou você precisa de mais alguma informação minha.
- Não, não. Na verdade eu te chamei aqui só para ver o seu perfil e ver se você tem interesse pela vaga.
- Ok. Se você tiver qualquer dúvida eu estou a disposição.

Agora veja só. A guria me chamou pra me fazer perguntas insignificantes. Toda a informação que ela queria tinha no meu currículo. Claro que não tinha as informações do tipo: se eu era casado, se eu tinha filhos, se eu possuia casa própia, que eu moro com meu pai, se eu tinha namorada. Agora que eu sabia mexer em Photoshop, isso tinha. huahuaha

Sério, dei alta pernada em vão. Era só ela ter marcado a entrevista direto com a empresa. Assim eles já viriam o meu perfil e já me pergutariam coisas bem melhores. Derrepente ela nem sabia o que era pra desenvolver na empresa. Lembro até que ela me falou que eu só ia ficar mexendo em cores e reparando fotos. Porra! Mecher em cores de fotos. Não seria melhor ela dizer que eu iria corrigir as fotos ou fazer molduras, ou até mesmo dizer que eu ia retirar as famosas marquinhas vermelhas dos olhos. huahauahua.

Agora até fiquei até em dúvida se eu sei mexer com Photoshop. huahaua - Pois ela insistiu tanto se eu sabia mexer.

Mas enfim. Agora é esperar pra marcar uma segunda entrevista, e aguardar que as próximas perguntas não sejam tão dolorosas . Isso se não tiver umas 3, 4 ou mais 5 entrevistas. huahaua.

PS: Depois de eu me prestar a escrever tudo isso rapidamente, neste exato momento acabaram de me ligar da livraria Saraiva solicitando meus serviços. Fui trabalhar na livraria Saraiva. Fui me afogar nos livros. huhauahua.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

TOP 10

AS ÚLTIMAS 10 COISAS QUE COMPREI

1. acarajé na bahia
2. câmera fotográfica digital
3. 2 camisas em um brechó de joão pessoa/nordeste
4. uma calça do brechó
5. um leitor de cartões USB
6. laptop
7. livro do bukowski
8. livro do jack kerouac
9. um cabo novo USB para o meu iPod
10. 15,00 para passagem de Tapes

 

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

DEPENDÊNCIA

A apetência por si só não chega a configurar a doença do apego. O gosto pela droga não é só o que define o drogado, mas a sua imcopetência para largá-la ou tê-la sob controle. Abdicar, resignar-se e desistir são palavras que o dependente desconhece. Querer algo com todas as forças não é mau; transformar esse algo em imprescindível, sim. A pessoa dependente afetiva nunca está preparada para e perda porque não concebe a vida em sua fonte de segurança e/ou prazer. O que define a dependência não é tanto o desejo quanto a incapacidade de renunciar a ele. Se há síndrome de abstinência, há apego irracional.

De forma mais específica, se poderia dizer que por trás de toda dependência há medo e, mais atrás ainda, algum tipo de incapacidade. Por exemplo, se sou incapaz de tomar conta de mim mesmo, terei medo de ficar só e me apegarei às fontes de segurança disponíveis representadas por diferentes pessoas. O apego é a muleta preferida do medo, um calmante com perigosas contra-indicações.

O fato de você desejar o seu companheiro ou a sua companheira, de deleitar-se com ele, de não ver a hora de se atirar em seus braços, de ter prazer com sua presença, com seu sorriso ou com sua mais terna bobagem, não significa que você sofra de dependência afetiva. O prazer (ou melhor, a sorte) de amar e ser amado é para ser desfrutado, sentindo e saboreado. Se a sua companheira ou o seu companheiro está disponível, aproveite ao máximo; isso não é apego, mas uma troca. Mas se o bem-estar se torna indispensável, a urgência em encontrar o outro não deixa em paz e a mente se desgasta pensando nele, bem-vindo ao mundo dos viciados afetivos.

Lembre-se: o desejo move o mundo e a dependência o freia. A ideia não é reprimir o desejo natural que surge do amor, mas fortalecer a capacidade de se libertar quando é preciso. Um bom sibarita jamais cria dependência.

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

LASTEST PHOTOS

Fotos do último show da RHCP cover.
www.redhotchilipepperscover.com
 





Setlist

Stone Cold Bush
Dani California
Can't Stop
Scar Tissue
Tell me Baby
The Zephyr Song
Arond The World
Fortune Faded
Blood Sugar Sex Magik
Californication
Purple Stain
Otherside
Suck My Kiss
Give it Away
Hump The Bump
Charlie
Right on Time
Unde The Bridge
Me & My Friends
Yertle The Turtle
Blackeyed Blond
Out in L.A.
Fire
Search and Destroy
Power of Equality
By The Way
Soul to Squeeze