segunda-feira, 24 de maio de 2010

CAMPEONATO PES


Para quem gosta de jogar um futebolzinho no Playstaion 3, segue abaixo informações de um campeonato de Pro Evolution Soccer - PES 2010 que a Livraria Saraiva está organizando.


Premiação:

- Todos os jogadores classificados para a primeira fase do campeonato ganharão uma camisa oficial da seleção que representarão no campeonato a partir desta fase;

- Classificados para as oitavas de final serão sorteados 8 jogos recém lançados para PS3 entre os 8 classificados e um jogo PES 2010 para PS3;

- 4° Lugar: 1 jogo para PS3;

- 3° Lugar: 1 câmera digital Sony DSC-W320/B (Preta) e 1 jogo Modination Racers - PS3;

- 2° Lugar: 1 console PS3 (Playstation 3) e 1 jogo Sony God of War III - PS3;

- 1° Lugar: 1 camisa oficial do Barcelona autografada pelo jogador Messi, 1 notebook HP DV4 2040, 1 voucher para troca pelo jogo PES 2011, 1 game Uncharted 2 - PS3)

terça-feira, 18 de maio de 2010

HOUELLEBECQ

Mês passado terminei de ler Extensão do Domínio da Luta, do escritor francês Michel Houellebecq. Posso dizer que Houellebecq é mais do que um escritor: é um maravilhoso e necessário serial killer da literatura. Em pouco tempo, trucidou clichês, senhores feudais e cânones. Impiedoso, trouxe de volta para o romance a violência da vida e a vida da violência. Extensão do Domínio da Luta foi o seu primeiro texto longo de ficção. Nela o autor prova que é possível fazer literatura de pensamento e de ação, de inteligência e crítica, de força e reflexão.

Nesta obra o narrador trabalha com computadores (como Houellebecq o fez) e tem de viajar a trabalho com um colega medíocre, alienado e frustrado na cama. O narrador, ele próprio atormentado pela obsessão por sexo, tenta convencer o amigo a cometer um crime sexual - visto, à semelhança do que Camus descreve em O Estrangeiro, como uma espécie de antídoto contra o tédio.

Extensão do domínio da luta, é um romance de aprendizagem: a aprendizagem do desgosto.

O livro tem tradução de Juremir Machado da Silva e editado pela Sulina em 1994. Vale a pena ler esta loucura, esta doidera que autor vivenciou.